Tag Archives: musica

Dona Solidão

Media_httpf0bcbitscom_ijcur

Esta semana tenho estado em modo de ouvir vários projetos do universo Madcabiano, desde os Madcab propriamente ditos até aos vários projetos que orbitam em torno deles: como os projetos a solo do Luís Costa ou uma das bandas do momento: You Can’t Win Charlie Brown. Nesta sena hoje foi a vez de Azevedo Silva, numa música que me da apertos no estômago quando oiço.

E isto tudo porquê? Porque os senhores dos Madcab vão regressar ao ativo, num projeto com as mesmas caras mas com nova roupagem.

Posted via t3mujin’s quick thoughts

Advertisements
Tagged , , , , , , , , ,

A argolada de Ana Malhoa

Ana Malhoa esclarece “Caso Rihanna [Blitz].

“Cantora portuguesa garante que se limitou a partilhar comentário escrito por um fã e que não acusa Rihanna de nada.

Afinal, não foi Ana Malhoa a acusar Rihanna de ter copiado o seu estilo – antes um fã da cantora portuguesa.”

A camaleónica Ana Malhoa, que é como quem diz a que muda sempre de visual para ver se vende melhor, meteu uma argolada daquelas mesmo grandes. No seu blog, lido certamente pela sua meia dúzia de fãs, mandou o bitaite que a Rihanna estava a copiar o estilo dela, apesar de não perceber a semelhança (mas o meu sentido de estilo é nulo) não deixa de ser algo grave e pretencioso de se dizer.

A situação é semelhante à dos jogadores de alguns futebol sul-americanos, que quando passam o Atlântico se desdobram em entrevistas explosivas, provavelmente pensando que não irão chegar ao lado de cá do oceano. Noutros casos este “pôr em bicos dos pés” passaria despercebido, chegaria ao público-alvo (fãs, meio discográfico e pouco mais) e ficaria por ali. O problema é que a Internet é conhecida, entre muitas outras coisas, por uma coisa chamada viralidade, como uma senhora brasileira recentemente descobriu, que significa que tudo o que vai lá parar pode ficar sossegadinho no nosso quintal ou então crescer para algo gigantesco. Obviamente neste caso aconteceu a segunda opção, levando a um novo post para esclarecer a verdade dos factos.

Dando uma leitura rápida nos posts em questão (e é mesmo rápida, já me passaram pelas mãos classificados mais longos) percebo o que poderá ter levado esta gente de má fé a chegar a tal conclusão:

  • O título do post da argolada é “RIHANNA IMITA ANA MALHOA”.
  • O post da argolada indica “PUBLICADA POR ANA MALHOA”.
  • Lendo o post do esclarecimento da argolada percebe-se que afinal é um comentário de uma fã, os posts que contam no blog da Ana Malhoa são os que estão assinados (óbvio).
  • Ora, o conceito de “o post só é meu se as últimas palavras que estiverem nesse post forem o meu nome” é parvo, e na verdade não existe num blog.
  • Quando existem textos extraídos de outras fontes normalmente tal é indicado de modo a não haver confusão. E não, o facto de não ter o nome no fim não conta…
  • O post do esclarecimento da argolada indica “PUBLICADA POR ANA MALHOA” (mas este vale, está assinado).
  • Num post num blog, e mesmo que não sendo um post do “seu dono”,  as opiniões expressas por defeito estão em sintonia com o restante blog, salvo quando haja uma indicação em contrário (que por acaso neste caso não existe)
  • Também referi que em ambos os posts está referido “PUBLICADA POR ANA MALHOA”?

Neste momento ela deve estar a pensar: “Ah e tal, que eu queria começar nesta coisa da internet e dos blogs, mas na verdade não percebo muito como isto funciona”…

Tagged , , , , ,